XIV - Tar-Ancalimon

Escrito por Arhandë. Publicado em Mindon Yáralambion - Torre das Línguas Antigas

XIV - Tar-Ancalimon


Décimo quarto Rei de Númenor, filho de Tar-Atanamir, nasceu a 1986 da 2ª Era e empunhou o Ceptro em 2221, depois da morte do pai. Tar-Ancalimon manteve o seu coração contra os Eldar e os Valar, e foi durante o seu reinado que a divisão do povo de Númenor ocorreu.
De um lado estavam aqueles que eram de igual parecer e os seus altivos membros chamavam-se Homens do Rei; e do outro havia o menor partido, aqueles que mantinham a sua antiga amizade com os Eldar, a quem chamavam Elendili, os amigos dos Elfos. Muitos dos Homens do Rei abandonaram o uso das línguas élficas, mas os títulos reais ainda eram dados em Quenya, mais por costume antigo do que por amor; e desprezaram as tradições e foram abandonando o culto a Eru, no Meneltrama. Talvez por essa razão, as Àguias de Manwë, que desde a fundação de Númenor tinham o seu ninho na torre do palácio do Rei, em Armenelos, deixaram o reino para sempre.
Tar-Ancalimon não ousou desrespeitar a proibição dos Valar, nem ultrapassou os limites por eles estabelecidos; mas os seus navios continuaram a navegar para oriente, e nesse tempo construíram-se grandes portos e fortes torres, pois desejavam riqueza e domínio na Terra Média, e regressavam carregados de riquezas.
Tar-Ancalimon fez tudo para retardar a morte, e os sábios do rei tentavam descobrir o segredo de ressuscitar a vida, e a terra encheu-se de grandes tumulos para os mortos. Tar-Ancalimon reinou 165 anos, até à sua morte em 2386 da 2ª Era.



Tar-Ancalimon
Kampëa aran Númenórëo, yondo Tar-Atanamiro, nonaina mi 1986 i attëa rando ar mapanë i Olwincë Araniéva mi 2221, apa i qualmë ataryo. Tar-Ancalimon hempë i órerya ara Valar ar Eldar, ar né i aranieryassë arnierya sa i Númenórelië aciltanë.
Yar ner inquava inwaldi ar olornorya yalaner Atani Arano; ar engë i pitya, yar hemper i nilmë as Eldar, ya yalaner Elendil, i meldor eldaron. Limbë Atani Arano oantë i Eldalambi, mal i arna essi në antaina mi Quenya, tarë haimenen, ar lá melmenen; ar nattirner i haimer ar oantë i Eruhantalë, i Meneltramassë. An si sorni Manweva, yar i Numenoro talmallo marnentë i arna arcuo mindossë, Armenelossë oantë i aranië an oialë.
Tar-Ancalimon úmë nattira i Valaron canwan, ar úmë nirë i tapinar carner ten, mal i ciryaiva roitaner i  círa Romenna, ar lúmessë carnë altë hópar, an merir alma ar taura Endoressë, ar tullë as rimba alma. Tar-Ancalimon carnë ilya an carë fairerya anhaira, ar i sailar arano veryaner hirë i nulda an encuivë, ar i nórë në quanta altë noiri an i firin. Tar-Ancalimon turnë 165 loar tenna fairerya mi 2386 attëa rando.