XIII - Tar-Atanamir

Escrito por Arhandë. Publicado em Mindon Yáralambion - Torre das Línguas Antigas

XIII - Tar-Atanamir

Minya rastëa aran Numenoro, nonaina min 1800 attëa rando, Tar-Ciryatano yondo. Sacanë núravë i Endorë ar i mardoron; ar as ta tiuyanë rimba i alma ar i taura Numenoro. Ter né epessína "I Alta".
I Tar-Atanamir auressen, Númenor rahtanë i aicalë turë, nan i mordo hirtanë i minyar tehtar silúmëo i tolessë. Tar-Atanamir nattirnë i alquemín mentari yar er tuller Numenellon ar vaquentë pantavë i Valaron canwan, vë rimba Numenorlië; ar i óri tar antanion queraner ara i Eldar ar i Valar.
Yando né yalaina "I Avarë" an né i minya aran Numenoro i vaquentë avarta i cuilë var anta i vantil.Firnë min 2221 attëa rando.


Tar-Atanamir

Décimo terceiro rei de Númenor, nascido em 1800 da Segunda Era, filho de Tar-Ciryatan. Explorou intensamente a Terra-Média e seus habitantes, e com isso aumentou muito a riqueza e o poder de Númenor. Por isso, foi cognominado "O Grande".
Nos dias de Tar-Atanamir, Númenor atingiu seu apogeu, mas a Sombra deu os primeiros sinais de presença na ilha. Tar-Atanamir ignorou os conselhos dos mensageiros que ainda vinham do Oeste e opôs-se abertamente à proibição dos Valar, como muitos dos Númenorianos; e os corações destes Homens voltaram-se contra os eldar e os Valar."
Também foi chamado "o Relutante", pois foi o primeiro Rei de Númenor a recusar-se a abandonar a vida ou entregar o cetro. Morreu em 2221 da Segunda Era.