V - Tar-Meneldur

Escrito por Gwen. Publicado em Mindon Yáralambion - Torre das Línguas Antigas

V - Tar-Meneldur

Lempëa aran Númenorëo, neldëa yondo Tar-Elendilo ar neurorya. Nostarya i 543 Attëarando ar anes antaina i essë Írimon, mal eryë né essena Elentirmo, i elenion melindo, an carneryë mindon Sorontildë, oron hrestanna Forostaro, i nóri Formeno, yallo tirneryë i eleni ar ilvë i calar menelo. Turneryë i Olwincë Araniéva mi 740, Armenelostsë, i Osto Aranion, ar anes aran saila. Cilmessë Tar-Meneldur, an eryë ú-oio hehtanë i merë aurin yassen palúva i istarya menelo.
Vessërya né Almarien, yeldë Vëanturo, ciryaher nu aranië Tar-Elendilo, ar nentë laitáner neldë yondoinen, Anardil, Ailinel ar Almiel.
Yondorya Anardil, ya cillë epessë Aldarion, anes taura ciryaquen ar rimbë lender i Endorenna, ar carneryë i nilmë Artanáro (Sindarinassë Gil-galad).
Né i araniessë Tar-Menelduro sa horyanë harya ausa lumbë i Endorenna, cotya Eldain ar Núnatanín; ar haryala i istya sino yondonen, ya tultanë Lindónello hormëo mentar Artanáro i Aranen, Tar-Meneldur antanë i Olwincë Araniéva i hilderyan mi 883 Attëarando, i anquanta turien araniëo.
Tar-Meneldur turnë Númenorë terë 143 loar ar avánieryë séressë mi 942.


Quinto rei de Númenor, terceiro filho de Tar-Elendil e seu único filho varão. Nasceu no ano 543 da 2ª Era e o seu nome era Írimon mas chamavam-no Elentirmo, que significa Vigilante das Estrelas, pois construíu uma alta torre em Sorontil, uma grande elevação na costa de Forostar, as Terras do Norte, donde vigiava o céu e observava todos os movimentos das luzes do firmamento. Recebeu o ceptro em 740, e mudou-se para Armenelos, revelando-se um rei bom e sensato. Assumiu o nome de Tar-Meneldur, pois nunca deixou de ansiar pelos dias em que poderia enriquecer o seu conhecimento do céu.
A sua esposa era Almarian, filha de Vëantur, capitão dos navios no reinado de Tar-Elendil, e foram abençoados com 3 filhos, Anardil, Ailinel e Almiel.
O seu filho Anardil, que adoptou o nome Aldarion, era um grande marinheiro e fez muitas viagens à Terra Média, estabelecendo aliança e amizade com Gil-galad. Foi durante o reinado de Tar-Meneldur que uma ameaça começou a tomar forma na Terra Média, hostil aos Eldar e aos Dúnedain; e ao ter conhecimento disto por intermédio do filho, que trazia de Lindon mensagens de grande inquietação por parte de Gil-galad, Tar-Meneldur abdicou a favor do filho, entregando o ceptro em 883 da 2ª Era, para melhor direcção do reino.
Tar-Meneldur reinou durante 143 anos e abandonou a sua vida de vontade em 942.