Mîm e os Petty-Dwarves

Escrito por Olórin. Publicado em Povos

Também chamados Nibin-noeg, Nibin-nogrim e Noegyth Nibin.
Tolkien nem sempre viu os Anões como nós os conhecemos hoje. Na primeira versão da História de Turambar, de 1915, Mim já era para Tolkien um Anão e para ele todos os Anões eram seres perversos, maus.
A ideia das sete casas dos Anões com os sete Pais só surgiu anos mais tarde. A ideia de que os Anões tinham sido criados por Aulë - ou seja, deixaram de ser (de forma geral) maus mas não tinham um espirito como os elfos e os homens - só surgiu publicada por Tolkien em 1931 (ou mais tarde) na segunda versão dos posteriormente chamados Annals of Beleriand.
Os Petty-dwarves eram Anões que foram expulsos das comunidades Anãs por alguma razão, eram desprezados pelos outros Anões. Eram por assim dizer... fora-da-lei, assim como Túrin. Não eram uma 8ª casa mas o seu número era suficiente para manter uma comunidade durante muitas gerações pois o último da sua raça (Mîm) foi morto por Hurin no ano 500 da 1ª era do Sol.
Eles chegaram a Beleriand antes dos Elfos chegarem e estabeleceram a sua comunidade. E como verdadeiros fora-da-lei atacavam os Elfos, à noite ou sempre que apanhavam um pequeno grupo só, em vez de tentarem procurar a paz.
Por seu turno, os Elfos julgavam que eles eram animais manhosos de duas pernas e caçavam-nos. Só quando os Elfos tomaram conhecimento da existência dos Anões é que eles reconheceram os Petty-Dwarves como sendo uma "raça" inferior dos mesmos e deixaram-nos em paz.
Eles viam os Elfos como intrusos que vieram ocupar as suas terras (a antipatia de Mim em relação a Beleg... e todo o seu discurso anti-elfo) e como eram Anões desterrados, expulsos pelos seus pares, não tinham direito a reclamar as terras como suas...
E agora uma passagem do Silmarillion:

"Sou Mim; e antes dos arrogantes chegarem do outro lado do mar, os anões escavaram os salões de Nulukkizdin. Regressei apenas para tomar posse do que é meu pois sou o último do meu povo.”
Silmarillion página 247 - Díálogo entre Mîm e Hurin.

O que queria dizer Mim com isto? Os Anões fizeram Nargothrond para Finrod DEPOIS dos Elfos chegarem e não antes. Esta passagem foipara mim muito complicada quando li o livro e não a entendi... Agora já percebi. Nargothrond, ou antes, Nulukkizdin foi construida pelos Petty-dwarves antes dos Elfos chegarem mas por alguma razão abando naram-na. Mais tarde os Anões "grandes", a pedido de Finrod, reocuparam e alargaram a antiga construção dos Petty-dwarves donde surgiu Nargothrond

É importante salientar que Tolkien muitas vezes se referiu a Mim como "Mim the Fatherless", ou seja, sem pai.
O que quererá isto dizer? Que ele não pertencia às sete casas dos Anões??? É possivel...
Mim foi uma ideia que surgiu na juventude de Tolkien, quando este ainda estava influenciado por outras mitologias (poderá ser também o Kraken proveniente desta fase?), e sobreviveu às mudanças que Tolkien foi fazendo às histórias acerca dos saques de Nargothrond e Doriath e às mudanças acerca da origem e carácter dos Anões. No entanto deixou de ser conhecido como "Mim the Fatherless Dwarf" e passou a ser conhecido por "Mim the Petty-Dwarf", o último da sua "raça". Não é conhecido nehuma manifestação por parte de Tolkien com o objectivo de clarificar o papel de Mim no mundo que é o Silmarillion.

Mîm capturado por Turin e o seu bando