Carta 27 - Sobre a aparência dos Hobbits

Escrito por Olórin. Publicado em Cartas de J. R. R. Tolkien

Para a Companhia Houghton Mifflin

[Um extracto de uma carta aparentemente dirigida aos editores Americanos de Tolkien, e provavelmente escrita em Março ou Abril de 1938. A editora Houghton Mifflin parece ter pedido a Tolkien que enviasse desenhos de Hobbits para uso numa futura edição do livro O Hobbit.]

 

Receio que precisam de desenhos de Hobbits em várias situações, tenho que deixar essa tarefa ao encargo de quem os consiga desenhar. Os meus desenhos não são fiáveis – por exemplo, o desenho do Sr. Baggins no capitulo VI e XII. O desenho muito mal desenhado no capitulo XIX é um exemplo melhor do que os anteriores em traços gerais.
Eu imaginei uma figura com semelhanças humanas e não um coelho parecido com uma fada pois os meus críticos Britânicos dizem que é muito fantasioso: barriga gorda, pernas curtas. Uma cara redonda e jovial; orelhas ligeiramente pontiagudas e com aparência élfica; cabelo curto e encaracolado (castanho). Os pés, a partir dos tornozelos, cobertos de pêlos castanhos. Vestuário: calções de veludo, verdes; colete vermelho ou amarelo; camisola castanha ou verde; botões de ouro (ou de bronze); capuz e capa verde escuro capa (pertencente a um Anão).
Tamanho – importante apenas se outros objectos estiverem no mesmo cenário – cerca de 91,4 cm ou 107 cm. O Hobbit na imagem do esconderijo dourado, capitulo XII, é sem dúvida alguma (para além de ser gordo nos locais errados) extremamente grande. Mas (como os meus filhos, apesar de tudo, entendem) ele está, na realidade, num quadro ou “plano” diferente – estando invisível aos olhos do dragão.
Não existe no texto uma única referência ao facto de ele ter comprado botas. Devia existir! A ideia foi abandonada, ou teve outro fim, nas várias revisões – as botas apareceram em Rivendell; e ele estava novamente sem botas quando saiu de Rivendell para regressar a casa. Mas como uma planta do pé rija e pés peludos e bem escovados são características essenciais de um Hobbit, ele desejava realmente aparecer sem botas, excepto em ocasiões especiais.

Esta carta foi traduzida por Olórin