Maedhros i lindalë

Escrito por Anguirel. Publicado em Arte dos Membros

Maedhros i lindalë
Canto a Maedhros
Pelo Escriba Anguirel


[link]

De fogo rubro sua alma foi forjada,
Na bem-aventurança de Aman, no meio-dia de Arda.
Na Terra Abençoada cresceu, à sombra dos Deuses,
Com o amor de seu pai muito aprendeu
Mas em tempos futuros, a disposição de sua mãe reflectiu.

O destino de seu pai suportou com os irmãos e Avô
Pelos Valar se acharam traídos e enganados,
Em Fomentos, desterrados, com os Silmarilli em cofres fechados.
Num dia negro para todos, os Silmarilli, por Morgoth foram roubados
As suas suspeitas confirmaram quando, no escuro o seu Avô,
Assassinado pelo Vala, encontrou.

[link]

No dia escuro, à luz de archotes um juramento prestou,
Com o pai e irmãos, de espadas desembainhadas, jurou:
“ - Por Eru perseguir, ou mesmo matar quem em sua posse um Silmaril guardar.”
Do juramento mais tarde se arrependeu, pois só desgostos e tristezas lhe deu,
Mas a ele estava cativo, bem como os seus, até a sua vida repudiar.

[link]

Com Vermelho Família, alvos cisnes mancharam,
De coração pesado com a morte das praias de Aman se apartaram.
Rumo ao Norte os domínios de Ulmo sulcaram, pelo choro de Uinen acossados.
Pela nívea frialdade de Helcaraxë o intuito foi gorado e o animo quebrantado.

[link]

A sua família com o pai traiu e com os Fiéis partiu.
No estuário do Drengist desembarcaram, de novo os pés na Terra-Média postaram,
Mas os Cisnes não voltam como Maedhros supunha;
Bagagem escusada o seu pai achou, aqueles que na praia de Araman deixou.

[link]

Aos Barcos violento e terrível fogo foi ateado,
Acto horrendo e cruel que durante muito tempo será lembrado.
Em Losgar, com o fogo a arder só Maedhros se encontrava de lado,
No seu coração a vergonha pesou, e pelo amor a Fingon se afastou.

[link]

A fria lâmina da Traição, Fingolfin no coração sentiu,
Ao ver ao longe a luz vermelha sob as nuvens.
Com mágoa no coração, desejou mais do que nunca a Terra-Média alcançar,
Só com Helcaraxë pela frente por ele decidiu enveredar.

[link]

Longa e cruel foi a travessia e a muitos a vida custou,
Mas a dificuldade do caminho a sua resolução aumentou 
Devido ao fogo, ainda jovem, que ardia no seu coração.
As dificuldades foram suportadas e com uma hoste diminuída,
À Terra-Média chegaram, e as suas trompas ecoaram,
Quando pela primeira vez a Lua contemplaram.

Ainda à luz das estrelas, pelo Drengist,
Ao Lago de Mithrim Maedhros com o pai chegou.
A sua fúria, Morgoth, inesperadamente contra os Noldor lançou.
Incautos e em inferioridade os Elfos apanhou,
E a Dagor-nuin-Giliath desencadeou

Com a chama de Aman nos olhos e a ira no coração,
Depressa os Orcs as costas voltaram e a morte encontraram.
Acossados por sedentas e implacáveis espadas,
Na Planície de Ard-galen, o seu fim encontraram.

[link]

O auxílio do Sul de pouco lhes serviu, pois ao seu encontro Celegorm saiu
Dez dias depois a Angband poucos Orcs chegaram.
A vitória dos Noldor seria, não fosse o furor de seu pai.
Cego pela sua ira, da vanguarda se adiantou e isolado ficou.

[link]

Sobre amigos tombados, com os Balrogs, longamente sozinho lutou.
Em seu socorro seus filhos, tarde acorreram,
Pois Gothmog por terra o deitara e como morto, ao fugir o deixara.
De volta a Mithrim em vão o transportaram.

Com o derradeiro olhar de Mandos,
As Thangorodrim, seu pai nas encostas de Ered Wethin contemplou,
A sua inexpugnabilidade, no seu coração desaguou,
E a raiva dele transbordou.

[link]

Os seus filhos com mais força ao juramento enleou,
Com a sua morte com mais um nó os aferrolhou.
A Flama do seu Espírito, a cinzas, o seu corpo reduziu.
Habitante permanente das Mansões de Mandos ficou.

O jogo de Morgoth, Maedhros tentara,
Mas, mesmo assim, a embaixada diminuta se revelara.
Por ordem, Maedhros foi apresado vivo e para Angband levado,
Pelos irmãos abandonado, pelo pulso direito às Thangorodrim aguilhoado.

[link]

Com estandartes Azul-Prata desfraldados à brisa do Primeiro Alvorecer,
A caminho de Mithrim Fingolfin a sua Trompa soou.
Com a jovem luz, incontestados, dos Portões de Angband se acercaram
As suas Trompas em desafio declarado soaram.

Nos martirizados ouvidos de Maedhros ecoaram,
E no seu tormento, debalde os chamou,
Pois sua voz nas rochas se consumiu e definhou.
De Angband Fingolfin retirou,
Ao encontro dos filhos de Fëanor marchou.

O Lago Mithrim, a Vergonha e a Ira, 
Entre Amigos uma cunha cravou.
Ao ver a Desunião, Melkor, no seu Trono,
Sorriu e novo ataque preparou.

[link]

Amizade antiga no coração de Fingon se agitava,
Sozinho por Maedhros procurou
Auxiliado pela pérfida de Melkor,
Às Thangorodrim, sem ser visto chegou.

Em desafio a sua Harpa tocou e um canto entoou,
A Montanha, com a sua música vibrou.
Assim Maedhros encontrou, na vertente, no seu tormento a cantar,
Com lágrimas nos olhos Fingon vê que a Maedhros não podia chegar.

[link]

“ - Uma flecha misericordiosa” Maedhros, a Fingon implorou,
E de Arco retesado, Fingon a Manwë ajuda rogou.
O Vala, Thorondor enviou que aos pés de Maedhros Fingon depositou.
Do seu ardil Fingon não o conseguiu libertar, 
E uma vez mais o seu flagelo, Maedhros lhe pediu para findar,
Mas em vez de o matar, pelo pulso o teve que cortar.

[link]

[link]

Maedhros com o tempo sarou e o Diadema de rei, a favor de Fingolfin renunciou.
Mas para sempre uma sombra de tristeza no seu coração habitou,
E com a mão esquerda, a sua Espada, com maior ferocidade empunhou.
Com estes gestos a Maldição de Mandos foi aquietada,
Embora, no coração de seus irmãos, a semente da sombra perdurara.

[link]

Unidos, o Cerco a Angband montaram,
Só a Norte, o anel dos Noldor não chegara.
Frias Brumas, e Florestas de Pinheiros
Thingol, secamente lhes concedeu.
Para Este Maedhros foi com seus irmãos,
Na Marca, o Juramento por algum tempo adormeceu.

Na prosperidade dos Noldor, a vigilância é asseverada;
Orcs, fogo e tremores de terra são lançados.
Mas Maedhros e Fingolfin não dormiam, e ao seu encontro saíram.
Em Dorthonion os encontraram e rechaçaram,
Na planície Ard-Galen, com os Portões de Angband à vista,
O último Orc tombou e Dagor Aglareb findou.
A vitória foi total, nem um único restou, mas o aviso ficou…

Numa noite sem Lua, Ard-galen, a fogo Anfauglith se tornou.
Dagor Bragollach a vida a muitos ceifara;
Elfo, Homem ou Anão a nenhum poupou.
Em Himring, Maedhros com bravura lutara,
E a Passagem de Aglon conservara.

Os Noldor dispersos pelos ventos da Guerra,
A batalha perdida e as Casas aniquiladas.
Do Leste esperança envenenada chegava,
Maedhros nova aliança com eles forjava.
Confiança mal depositada mas, não de todo despropositada.

Com o alento dos feitos de Beren e Lúthien,
A União de Maedhros é formada.
Por acções passadas e jovens traições,
A Aliança foi depauperada e à nascença gorada.

No Campo de Batalha a União, pelo Leste é quebrada,
Na Passagem do Sirion, pela Casa de Hador, com louvor foi sarada.
Muitos e poderosos tombaram e grande foi o júbilo de Morgoth,
A desconfiança e o medo pelas Casas foram espalhados;
Nirnaeth Arnoediad, justamente foi chamada.

[link]

O vento da Derrota, para Ered Lindon soprou
Levando os filhos de Fëanor em desgraça.
Com os Elfos Verdes de Ossiriand na floresta foram viver,
Sem gloria, orgulho ou poder.

Dos salões conspurcados de Nargothrond,
Pela mão de Hurin, o Nauglamír a Doriath chega,
Como paga pela protecção de seus amados.
Pela arte de Nogrod, o Silmaril ao Nauglamír juntaram,
E o Juramento, no Leste despertaram.

Maedhros e os irmãos, para a guerra em Menegroth marcharam,
Pois o Silmaril Dior lhes negara e a Segunda Matança provocara.
Curufin e Caranthir o seu fim na Batalha encontraram,
Celegorm às mãos de Dior tombara.
Como vingança os seus filhos na floresta abandonados,
Em vão Maedhros os procurou e mais um remorso juntou.

Mas de nada a guerra lhes valeu,
Pois o Silmaril com Elwing se encontrava.
Para junto do Mar pelo Sirion viajou,
E lá propósito maior encontrou.

[link]

Mas poderoso era o Juramento,
E a Maedhros nem os remorsos protegiam.
A Terceira Matança na Foz do Sirion se deu;
Sobre os exilados de Gondolin e Doriath,
Os filhos de Fëanor se abateram.
Amrod e Amras a vida, nela perderam.

[link]

Mas Elwing com o Silmaril ao Mar se atirara,
Ulmo a salvou e com forma de pássaro a dotou.
Com grande urgência Eärendil ela procurou.
Devido a cansaço extremo, no ar desmaiara,
E nos seus braços, com o Silmaril aterrou.

[link]

[link]

Com o Silmaril à proa e o desespero no coração;
Eärendil, Elwing, Falather, Erellont e Aerandir
Às Costas Imortais chegaram,
Na Baia de Eldamar, Vingilot fundearam.

A Maedhros e Maglor o Juramento, na alma pesava, 
E com agrado constataram,
Que um Silmaril aos Céus tinha subido.
Fora do seu alcance agora se encontrava,
A sua Luz, a todos derramava e a nenhum pertencia.

A Batalha da Ira pelo Ocidente foi ganha,
O Norte com a Angainor foi acorrentado.
Os Silmarilli à guarda de Eönwë ficaram.
À Hoste vitoriosa, Maedhros e Maglor as Joias exigiram.

Mas o direito a elas havia sido perdido;
Demasiado sangue inocente vertido.
Para Valinor deveriam regressar,
Ao Julgamento dos Valar se sujeitar.

Fatigado e amargurado Maglor quis aceitar,
O Juramento, a Maedhros toldava e no perdão não acreditava.
A Ilúvatar se achavam incapazes de chegar e o Juramento anular,
Ao seu cumprimento forçados seriam,
Contra os Valar, na sua própria terra lutariam.

O Juramento quebrar, mal menor Maglor achava,
Mas Maedhros, com ele não concordava.
Depois de muito debaterem,
A vontade do mais velho permaneceu.

[link]

Tal servos de Melkor, de noite se disfarçaram
E os Silmarilli, da tenda de Eönwë roubaram.
Todo o acampamento contra eles se erguera,
Mas a sua morte Eönwë não permitira.

Para longe fugiram e os Silmarili repartiram.
O Direito de facto havia sido perdido,
Só ao ser queimado pela Jóia,
Maedhros disso ficou convencido.

[link]

Maglor a dor não suportou, o Silmaril ao Mar deitou
A deambular pelas praias desde então se encontra
Em cânticos de Dor e Arrependimento
Assim se perdeu para sempre, um dos maiores Menestréis de antigamente.

Tarde de mais, Maedhros se apercebeu que ao Juramento
Já não se encontravam amarrados,
Angustiado e atormentado a uma fenda se deitou,
No âmago da Terra com o Silmaril repousou.

[link]

Assim acabou Maedhros O Alto.
Tormento maior a ele pertenceu
Pois com todas as forças o Juramento combateu

E sempre Perdeu…

[link]